quarta-feira, 20 de junho de 2012

«THE OXFORD HISTORY OF INDIA» - («A OXFORD HISTÓRIA DA ÍNDIA»)

«THE OXFORD HISTORY OF INDIA»   
1922      
                                                  
                                                       CAPA COM LOMBADA VISÍVEL




                                                                           CAPA






      «THE OXFORD HISTORY OF INDIA»
´From the Earliest Times to the end of 1911`
      («A OXFORD HISTÓRIA DA ÍNDIA»
´Dos tempos mais recuados até ao fim de 1911)


     Por VINCENT A. SMITH, C.I.E.
         Segunda edição

   Revista e continuada até 1921
 Por S. M. EDWARDS, C.S.I. , C.V.O.
Que pertenceu ao Serviço Civil Indiano


OXFORD - AT THE CLARENDON PRESS, 1923





                                                                          ROSTO


Este ´post` destina-se,  como prometido,  a evidenciar o que referido foi no ´blog`anterior no que respeita 
ao uso indiscriminado da cruz gamada, quer fosse sinistrogira quer fosse dextrogira! Como o nazismo 
optou pela sinistrogira, ou sovástica, como é referido em certos meios esotéricos ou ocultistas...logo
se precipitou a necessidade de estabelecer distinções e mesmo de as teorizar!...
Quando escolhi  usar a designação de «CÍRCULO HERMÉTICO», a razão que me assistiu foi, sem
deixar de ter em vista a tradicional conotação, a acepção que se depreende da rica e profunda expressão
de Hermann Hesse dirigida a Miguel Serrano, referida por este último em «O CÍRCULO HERMÉTICO-
-HERMANN HESSE a C.G. JUNG» (trad. port. ´brasilense) : «Aqui só se encontram os ´convidados certos` , nada sucede casualmente, ´este é O CÍRCULO HERMÉTICO»...
Claro que é imperativo ter em conta o que a tradição considera de «Hermético», porém numa época em 
que impera a chamada «New Age», que ressalvando a generalização, no fundo mais  não é que uma
«Metafísica da Física»! Sendo o Homem um Ser eminentemente metafísico, quando de iniciou com
Marx, Nietzsche e Freud a chamada «Era da Suspeita», logo se foi buscar à tradição, muitas vezes deturpando-a, materiais para a construção de lugares de refúgio e de ilusão. Introduziu-se a concepção 
de Progresso, de eram os Deuses astronautas? ...
Hoje, depois de ter passado pela experiência da Antroposofia, do contacto com a obra de Raymond 
Abellio e mesmo com o estudo profundo das grandes Religiões, incluindo a profunda Gnose da 
chamada Grande Igreja, penso ter atingido uma maior abrangência bem como grande tolerância!


Mas voltando aos malefícios da herança da nomenclatura e simbólica do nazismo, quase não se fala de
Ernst Kretschmer, que na sua «CONSTITUIÇÃO E CARÁCTER» permite abrir ao observador um
enorme e fecundo campo de compreensão da personalidade do outro! O mesmo se aplica à medicina...






http://circulohermetico.blogspot.pt/2009/08/contradicao-nos-termos-vida-social-dos.html
http://skocky-ocirculohermetico.blogspot.pt/2012/06/voz-do-silencio-versao-portugueza-de.html

Sem comentários:

Enviar um comentário

ESTE BLOG NÃO ESTÁ RELACIONADO DE MODO NENHUM COM O GRUPO YAHOO CIRCULO HERMETICO E NEHUM DOS CONTEÚDOS AQUI PRESENTES PODE SER CONFUNDIDO COM OS CONTEÚDOS DESSE MESMO GRUPO